Tijolo ecológico: economia e praticidade na construção

O tijolo ecológico é um item indispensável na vida de quem deseja ter uma construção simplificada e sustentável. Além disso, ele é bem mais econômico do que os outros disponíveis do mercado, mostrando-se uma excelente opção para aqueles que possuem um orçamento mais restrito.

Confira, abaixo, todos os detalhes relevantes sobre esse material voltado para a sustentabilidade.

O que é um tijolo ecológico?

O tijolo ecológico é um material feito a partir de insumos ecológicos, facilmente encontrados na natureza, e que não produz tantos impactos ao ambiente durante a sua confecção. Sua mistura, geralmente, é feita como solo, cimento e água, possibilitando uma maior economia e cuidado para com o meio ambiente.

A sua confecção é feita por meio de cura e prensagem, o que torna o processo ainda mais orgânico, possibilitando a redução de impactos ambientais. Diferente do tijolo convencional, que é feito a partir da queima de componentes, o ecológico só precisa de um certo descanso para ficar pronto.

Por que o tijolo ecológico é sustentável?

O tijolo ecológico é sustentável justamente por causa da sua composição ser simples e sua produção não necessitar da queima de componentes. Dessa maneira, nenhum gás poluente será emitido no meio ambiente, viabilizando a sua produção e a tornando extremamente saudável para o meio ambiente.

Além disso, por ter uma composição simples, os blocos ecológicos podem ser feitos com os mais diversos materiais encontrados na natureza, como as garrafas plásticas de refrigerante. Basta fazer a mistura correta e aguardar que a sua produção seja finalizada, o que garante maior economia e evita a poluição do meio ambiente.

Como fazer tijolo ecológico?

O tijolo ecológico pode ser feito por meio de uma mistura simples de solo, cimento e água ou qualquer outro material que pudesse ser descartado em outra ocasião. A maneira mais simples de produzi-lo é por meio das máquinas de tijolos ecológicos, que os separam em blocos para o processo de secagem.

Após a mistura dos componentes, é necessário aguardar um certo período para que haja tempo o suficiente para a realização da cura. Então, em torno de 28 dias ele estará completamente pronto e ideal para ser utilizado em uma construção ou reforma.

Quais são as vantagens do tijolo ecológico em sua obra?

Existem muitas vantagens em obter um tijolo ecológico, seja para uma reforma ou para uma construção. Confira, abaixo, quais são as principais para ficar convencido, de uma vez por todas, que a versão sustentável é muito melhor do que convencional, amplamente vendida pelo mercado a preços elevados.

Agilidade na construção

Um tijolo ecológico possui uma estruturação muito mais simples do que o modelo convencional. Por ser extremamente simples de encaixar com outras peças, ele acaba se mostrando bem mais vantajoso na hora de levantar uma parede ou construir uma bancada, principalmente por causa dos furos que já estão presentes em sua estrutura.

Economia

A economia também é um fator extremamente relevante para a compra do tijolo sustentável. Diferente do modelo convencional, ele acaba sendo muito mais barato graças a pouca utilização de componentes durante o seu processo de criação, além de ter um caminho de produção extremamente simples e que não exige a queima do bloco.

Redução de entulho

Por reduzir consideravelmente a utilização de materiais durante a sua aplicação, as chances de acumular entulho em uma reforma ou construção são bem menores. Dessa forma, é possível preservar ainda mais o meio ambiente e fazer com que ele fique livre de materiais que poderiam contaminá-lo ao longo desse processo.

Durabilidade e resistência

O tijolo sustentável é muito mais durável e resistente do que o modelo convencional. Isso quer dizer que as manutenções na obra serão completamente reduzidas, viabilizando uma economia para o proprietário. Além disso, esse tipo de tijolo consegue suportar mudanças mais drásticas de temperatura com facilidade.

Conforto térmico

Outro grande benefício desse material é que ele oferece um conforto térmico bastante significativo. Graças aos furos na sua estrutura, as chances de evitar uma troca de calor com o ambiente são bem maiores, possibilitando uma estabilidade nos cômodos e, ainda por cima, um isolamento acústico para evitar ruídos que vêm de fora.

Menos quebra-quebra

Outro bom motivo para investir no tijolo ecológico é a forma como ele evita que as reformas ou construções sejam cheias de “quebra-quebra”. Graças à sua estrutura, e também à facilidade de encaixe entre os blocos, há uma redução considerável de derrubadas e formação de entulho no ambiente, assim como dito anteriormente.

Qual a função do furo no tijolo ecológico?

O furo no tijolo ecológico existe por alguns motivos. Um deles, sem dúvida alguma, é para proporcionar o conforto térmico. Graças a esses furos, há uma redução da troca de calor com o ambiente, além de facilitar a introdução de fiação elétrica e outros tipos de materiais que precisam ficar na estrutura interna da obra.

Quantos andares podem ser construídos com o tijolo?

Para se ter uma ideia da durabilidade e resistência do material, é possível construir cerca de 7 pavimentos com ele. O tijolo sustentável possui uma estrutura extremamente confiável e com boa durabilidade, fazendo com que as obras se mostrem mais seguras e completamente estáveis.

O tijolo poderá ser utilizado como a estrutura básica da construção, mas a quantidade de pavimentos irá depender, única e exclusivamente, do tipo de projeto que será colocado em prática. De todo o modo, o material é muito seguro e garante uma boa estruturação dos locais.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?